Luz entre as palavras

Em Exposição

De 10 de Maio a 22 de Junho
Biblioteca do Colégio António Luís Verney, Évora

Na biblioteca a luz ficaria sempre entre palavras mas fiz também questão que as palavras estivessem fisicamente presentes e mais do que isso que fossem legíveis, articuláveis e assim verdadeiramente providas de todos os seus alegados e celebrados poderes.

As palavras, aqui entendidas como invocações da luz, percorrem um caminho sobre a translucidade dos materiais, indo da crueza instrumental à significação no estado puro e daí para a expressão do pensamento sobre a luz ele mesmo ávido de luz - o lugar das palavras escritas em livros como os que estão nas estantes da biblioteca. Deixei que falasse o Livro, o povo, e alguns poetas e escritores portugueses.